Comprar casa: 6 perguntas e respostas essenciais!

Comprar Casa

Comprar casa é algo que tem em perspetiva? Está a pensar comprar uma? Preparamos seis perguntas e respostas que esperemos que sejam úteis, quer esteja à procura de casa própria para viver, quer pondere um investimento para fins de rentabilização.

 

1. Qual o crédito à habitação mais vantajoso para mim?

Se está com intenções de comprar casa, saiba que este é o momento certo para fazer um crédito à habitação. A banca tem diminuído o seu lucro e, por isso, os créditos estão mais acessíveis. O spread, a margem financeira cobrada pela banca, está abaixo dos 2% em muitos bancos portugueses: por exemplo, o Crédito Agrícola, o Montepio ou o Santander Totta. Pode encontrar vários simuladores online, como o da Deco, que lhe indicarão qual o melhor banco para recorrer ao crédito à habitação. Contudo opte sempre por, num primeiro momento, negociar com o seu banco atual as possibilidades existentes.

Quando tomar a decisão de fazer o empréstimo, o mais importante é que a prestação seja exequível. Esta deve permitir-lhe ter conforto, para que comprar casa não seja sinónimo de sacrifício.

 

2. Quais os custos associados e possibilidades de isenção de que posso usufruir?

Há um conjunto de despesas iniciais para as quais deve preparar-se quando comprar casa: as comissões de análise ou de abertura do processo, a avaliação do imóvel (que, muitas vezes, está incluída nas despesas anteriores) e os serviços de solicitadoria. Há também o encargo com o imposto municipal sobre os imóveis (IMI) e com o imposto municipal sobre as transmissões onerosas (IMT) e com o recentemente aprovado imposto adicional (AIMI), aplicado apenas quando o valor do imóvel é superior a 600,000€.

No entanto, importa saber que pode beneficiar de uma isenção de pagamento do IMI nos primeiros 3 anos após a compra da casa, desde que:

  • O imóvel seja para habitação própria
  • O seu valor tributário não exceda os 125,000€
  • O rendimento coletável dos proprietários não seja superior aos 153,000€ anuais.

Num momento em que o número de projetos de reabilitação urbana está a aumentar consideravelmente, os prédios urbanos que sofreram reabilitação também estão isentos de IMI por um período de 3 anos (contando com o ano de emissão da licença camarária). Neste caso, os senhorios também estão incluídos.

Existe também a isenção permanente de pagamento do IMI. Este benefício destina-se a famílias com rendimentos anuais inferiores a 25,295 euros, cujos imóveis não estejam avaliados em mais de 66,500€.  Neste caso, a isenção é efetuada automaticamente pela Autoridade Tributária Aduaneira, tendo por base a declaração do IRS.

 

3. Comprar casa é uma decisão definitiva?

Ora aí está uma ideia generalizada que importa desmistificar até porque é uma opção claramente compensatória e cheia de vantagens. Se comprar casa e, entretanto, a sua vida mudar, exigindo a troca para uma nova casa, pode sempre arrendá-la ou optar pela sua venda. Se escolher arrendar, beneficiará de uma renda fixa que pode ser utilizada para pagar a sua prestação ao banco. Comprar casa não obriga à permanência definitiva num mesmo lugar. Mesmo que a sua vida não seja estável, comprar casa deve ser uma opção a considerar, dadas as vantagens que tem.

 

4. Que responsabilidades tenho enquanto proprietário?

Se pensa comprar casa para a rentabilizar através de arrendamento, saiba que terá à sua responsabilidade:

  • Assuntos relacionados com o condomínio.
  • Reparação de avarias e manutenção da casa.
  • Pagamento dos impostos – IMI e AIMI.

 

5. Comprar casa como investimento: é melhor vender ou arrendar?

Há várias opções de rentabilização de um imóvel para quem pretende comprar casa com este fim. Se comprar casa para depois a vender, mais valorizada, o seu lucro será imediato, embora tenha que ter presente que a venda é um processo mais demorado do que o arrendamento. A partir do momento em que vende a casa, tem a vantagem de não ter de se preocupar com as responsabilidades de proprietário.

Para quem opta por comprar casa e arrendar, tem a vantagem de receber uma renda mensal fixa que cobre as despesas de proprietário e que dá lucro. Particularmente a partir do momento em que o empréstimo bancário é liquidado. As desvantagens deste tipo de rentabilização prendem-se com a possibilidade de ter inquilinos que lhe podem causar alguns problemas (por exemplo, danificar o imóvel ou pagar renda com atraso) e com o facto de exigir algum empenho para garantir uma ocupação permanente da casa. É obviamente uma solução que implica maior esforço do proprietário da casa mas que assegura um rendimento extra de aproveitar.

 

6. Em que tipo de imóveis posso investir?

Para quem quer comprar casa com fins de investimento, há várias opções para além dos imóveis destinados à habitação:

  • Imóveis para turismo, com o alojamento local a apresentar uma procura ímpar nestes últimos 2 anos.
  • Espaços para escritórios: várias empresas internacionais, particularmente na área da tecnologia, têm procurado instalar os seus call centres ou backoffices em cidades como Lisboa ou Porto, devido às rendas e salários competitivos.
  • Espaços de coworking, que têm tido cada vez mais procura, por parte de freelancers e empreendedores.
  • Espaços mais pequenos e/ou acessíveis, como uma garagem, um lugar de garagem ou armazém.
  • Espaços comerciais/lojas que, particularmente nos centros urbanos, têm sido potenciadas com o aumento do turismo e a adoção de estilos de vida mais urbanos.

 

________________________________________________________________________________________________________________

Na ExcellentOpportunity temos vários especialistas que o podem aconselhar, sem compromisso.

Se pretende comprar ou vender um imóvel, esclareça as suas dúvidas connosco, nós ligamos para si!

botão_eop

 



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *