Imóvel de banco ou de particular?

Esta questão tem para mim um fim anunciado, pelo menos nesta vertente actual, pelo que vou directo à resposta…Imóvel de particular.

O período negro terá alegadamente passado, os bancos apanharam-se com muitos imóveis nos braços sem o preverem, e sem ser este o seu ramo de negócio. Como instituições de prestígio e de confiança, também conseguiram e conseguem vender imóveis…foram formando alguns dos colaboradores, estes à medida que se iam entranhando foram aumentando os seus conhecimentos, aniquilaram a concorrência dando condições especiais privilegiadas para os seus imóveis e devido ao poder financeiro foram arrumando os outros imóveis para segundo plano nas opções das pessoas…as taxas de crédito para outros imóveis eram quase proibitivas e os bancos baixaram os valores para escoarem esses activos apelidados de tóxicos. Agora aparentemente já não necessitam tanto, não baixam tanto os valores e os valores que apresentam são valores justos! O problema é que na altura se lançaram no mercado outros números e as pessoas têm agora na cabeça valores mais baixos (tendencialmente vão continuar a subir até esse tal valor mais justo….). Assim sendo Imóvel de Banco ou de Particular? A resposta está em cima…mas não esqueçamos que há sempre bons jogadores nas duas equipas!

 

botão